Pequenas coisas que me deixam feliz…

Pequenas coisas que me deixam feliz… COMER MELANCIA… que saudades que eu tinha!

Ium ium

Ium ium

Desde 2008 que não comia melancia sem medo e sem me sentir culpada… Porquê?

Desde que perdi o rim transplantado em 2008 que as coisas pioraram e muito a nível renal. Até 2008 mesmo em diálise nunca deixei de urinar e isso dava-me toda a liberdade para beber à vontade e sem problemas.

Quando em 2008 o rim transplantado começou a falhar como consequência comecei também a deixar de urinar o que me limitou de imediato a ingestão de líquidos…

Se acham que vos custa fazer dieta de certos alimentos… imaginem o que é terem a boca constantemente seca e sentirem-se constantemente com sede e não poderem agarrar numa garrafa de água  e beber até matar a sede… ou melhor, poder até podem, mas depois transformam-se num balão de água com perninhas!!! O limite aconselhado é o de uns míseros 500 ml por dia!! E pensam … “Meio litro? Aaah isso chega perfeitamente… ” enganam-se porque TUDO conta!! Toda a comida tem água mesmo que achem que não… a questão é que alguns alimentos têm mais que outros.

O café, o leite, a sopa, o iogurte, a gelatina, os legumes, a carne, o pão… etc… Tudo tem água e a excessiva acumulação de líquidos é muito perigosa.

A sede para mim foi o pior… logo eu que sempre bebi muita água!

Por vezes tinha a boca tão seca que nem conseguia falar… um pequeno gole de água era valiosíssimo! E em hemodiálise, no início, foi-me muito difícil gerir o que bebia.

É importante conseguirmos controlar as quantidades. Quanto mais bebermos mais inchamos porque os líquidos não saem… e o resultado? Vamos para a diálise com 4, 5… 6 quilos a mais!! Já imaginaram o que é em 4 horas perder 4 quilos? Conseguem imaginar a violência que isso é?

Claro que algumas pessoas tiram isso ou mais e até se aguentam… mas  uma coisa é isso acontecer uma vez ou outra… agora fazer disso uma regra é meio caminho andado para um “mau desfecho”. Estaria a mentir se dissesse que nunca levei peso a mais para uma sessão de diálise…claro que levei, mas a sessão era muito mais violenta. Começava a sentir o coração a bater que nem louco e a tensão arterial começava a descer a pique…

Ao longo dos anos consegui habituar-me (sem me aperceber)… e às tantas já conseguia levar uns 2kg a 2,5kg por sessão.

Habituei-me a controlar os líquidos… raramente comia sopa e se comesse não bebia água ou sumos ou leite. Fruta como a melancia, que eu ADORO, estava altamente proibida… ou melhor, podia comer sim, mas apenas uma fatia fina!

Estava sempre a fazer contas de cabeça à quantidade de líquidos que estava a ingerir… e no caso de fruta como a melancia perdia a noção das quantidades… isto para não dizer que comer apenas uma fatia fininha de melancia é impossível! 😛 Como tal optava por nem comer.

Agora com a peritoneal muita coisa mudou, continuo a ter que ter cuidado com tudo o que bebo e como… mas como faço diálise TODOS os dias, todos os dias retiro as toxinas e os líquidos que ingiro. Claro que continuo a não poder beber à vontade mas agora tenho um pouco de mais liberdade do que tinha em hemodiálise.

E este ano ando a matar saudades da minha querida e amada… MELANCIA ❤
Como é que algo tão simples nos pode deixar tão feliz??

Que saudades :)

Que saudades 🙂

MELANCIA… Tinha tantas saudades tuas !!!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s